Porquê usar variáveis? [Parte 2]

O bom uso de variáveis está relacionado com uma correta declaração das mesmas. A maioria das linguagens de programação define o tipo de dados a ser recebido, fazer isso otimiza o desempenho do programa.

Basicamente existem quatro tipos de dados fundamentais são eles: inteiro, real, cadeia e lógico.

Declarar o tipo de variável funciona como uma restrição de entrada, ou seja, o programa só aceitará valores que estejam de acordo com o tipo declarado. Por exemplo, uma variável do tipo Real não aceitaria o valor 9, ao invés disso usaríamos 9.0 para este valor.

Vejamos as definições de cada tipo de variável:

Inteiro: São valores positivos e negativos não-fracionário, ou seja, todos pertencentes ao conjunto de números Inteiros. Em geral a variável é declarada como integer ou apenas int.

Ex: 4, -220, 33, 7, -50, -127

Real: São valores positivos e negativos incluindo os números fracionários, ou seja, pertencentes ao conjunto de números reais, em várias linguagens os números reais são recebidos como float.

Ex: 0.35, 143.54, 4, -127, 10, 1234.56

Cadeia: São valores compostos por caracteres delimitados por aspas. Conhecidas como string, as cadeias de caracteres podem armazenar de um valor nulo até o conteúdo de um livro. Números que estejam entre aspas também são considerados do tipo cadeia. Isso por que o programa vai interpretar o número como um texto, fazendo com que “2” + “2” seja “22” e não 4, como é de se esperar.

Lógico: um valor lógico baseia-se no principio fundamental da informática do ligado/desligado. Também conhecidos como dados booleanos esses valores sempre apresentarão somente duas alternativas, sim/não, verdadeiro/falso, ligado/desligado.

Além de escolher o tipo de variável é importante usar nomes adequados para mesma, de forma que se identifique qual valor está armazenado nela.

As variáveis em geral possuem regras de nomeclatura, são elas:

  • O nome de uma variável não pode iniciar com números ou caracteres especiais.
  • Uma variável não pode ter como nome nenhuma das palavras reservadas da linguagem utilizada para programar.
  • Para nomear uma variável com duas palavras faz-se uso dos caracteres _ [underline] e – [traço/sinal negativo], contudo atualmente os programadores tem usado a técnica de CAPS, que faz o primeiro caractere da segunda palavra ficar em maiúscula, assim ao invés de usarmos valor_com_juros fariamos valorComJuros. O fato é que não se pode usar espaços em branco para o nome de uma variável e deve-se escolher um método para nomeação.

Se em algumas linguagens a declaração do nome e tipo de variável é só um diferencial para otimização do programa, em outras essa atitude é fundamental. Com o passar do tempo vocês aprenderão a converter os tipos de variáveis, e ter o costume de trabalhar com as mesmas de forma padronizada é essencial!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s