Instalando MongoDB no Windows 10

Hoje eu consegui terminar a instalação do MongoDB no meu notebook, quero aprender sobre esse sistema gerenciador de dados na prática. Entar no mundo NoSQL é um desafio importante atualmente.

A primeira dúvida surgiu na escolha do arquivo pra baixar, pois no site oficial (https://www.mongodb.com/download-center) encontramos poucas opções, e deve-se escolher “Windows Server 2008 R2 and later, with SSL support” para baixar e instalar o msi.

Após o download eu fui pra configuração de variáveis de ambiente. No painel de controle acesse o item Sistema (ou aperte win+pause)  então clique em “Configurações avançadas do sistema”, clique em Variáveis de ambiente e localize a variável PATH.

Cuidado, alterar a variável de ambiente PATH indevidamente pode fazer aplicativos pararem de funcionar.

Clique em editar na variável e adicione um ponto-e-virgula e o diretório onde o mongo está instalado (;C:\Program Files\MongoDB\Server\3.2\bin).

Também é necessário criar um diretório onde o MongoDB armazena os dados, em C: crie uma pasta data, e dentro dessa pasta crie uma pasta db, ao rodar o Mongo ele verifica a existência do diretório C:\data\db para instanciar o server.

Criado o diretório, abra um prompt de comando (aperte win+r e digite cmd) e digite mongod.

A instância será criada e para verificar se está ok, acesso num navegador o endereço localhost:27017, o server vai retornar uma página com a seguinte mensagem:

It looks like you are trying to access MongoDB over HTTP on the native driver port.

É isso ai, eu consegui configurar com a ajuda do site abaixo, espero que você consiga também.

Fonte: https://code.msdn.microsoft.com/Mongo-Database-setup-on-6963f46f

 

Curso de SQL

Hoje no trabalho um amigo enviou um curso do Udemy em português, o próprio autor anunciou que até 25/02 seus 2 cursos serão disponibilizados gratuitamente.

Até agora o que mais gostei foi o uso do SQLite, que é simples e leve e me parecia muito mais complicado antes de assistir as aulas.

Os links para os cursos são:

https://www.udemy.com/aprenda-sql-do-zero/?couponCode=hardmob

e

https://www.udemy.com/aprendalinux/?couponCode=HARDMOB

A fonte de informação veio do portal Hardmob em http://www.hardmob.com.br/promocoes/619811-curso-esta-gratis-certificado-aprenda-sql-do-zero-mao-na-massa.html

Então… aproveitem!!!

Testando a conexão MySQL com PHP

Estou fazendo um site que utiliza uma base MySQL e PHP e tive algumas dúvidas enquanto estava desenvolvendo, por isso resolvi compartilhar alguns códigos que me ajudaram a identificar o que estava ocorrendo. Com as linhas a seguir você vai conseguir exibir as bases de dados disponíveis e as tabelas existentes numa base escolhida. Utilizando esses comandos eu pude detectar que a base errada estava sendo invocada na página principal do site.
Continuar lendo

Diferença entre os campos TEXT e BLOB do MySQL

Preciso registrar uma dica importante do mr. Goulart:

O MySQL possui dois tipos de campos muito similares para armazenamento de textos: o tipo TEXT e o tipo BLOB. Ambos possuem as variações TINY, MEDIUM e LONG. Assim temos TINYTEXT, TEXT, MEDIUMTEXT, LONGTEXT e também TINYBLOB, BLOB, MEDIUMBLOB e LONGBLOB. Os tipos TEXT e BLOB portanto tem apenas uma única diferença: os campos do tipo TEXT não são case-sensitive, já os campos BLOB são case-sensitive.

Vamos imaginar uma tabela chamada clientes e um campo chamado nome, com o seguinte valor:

nome -> Maria
E valos imaginar a seguinte consulta:

SELECT * FROM clientes WHERE nome = ‘maria’
Se o campo for do tipo TEXT, a consulta acima irá retornar o campo previamente definido, porém se o campo for do tipo BLOB, o campo acima não será retornado na consulta, já que campos TEXT são case-insensitive e campos BLOB são case-sensitive.

Até a próxima 😉

Valeu!!!

Autor: Angelito Goulart
Fonte: http://angelitomg.com/blog/diferenca-entre-os-campos-text-e-blob-do-mysql/

[Grupo de Estudos – Java] Criando uma interface com conexão ao banco de dados MySQL

Olá pessoal, eu resolvi postar as três classes para criar uma interface entre banco de dados e usuários. Estava com receio de que fosse muita informação, mas assim como eu, o leitor deve saber o que está buscando.

Existem vários novos conceitos apresentados nas classes deste post. No término teremos uma simples agenda telefônica, mas pode ser o começo para grandes projetos. Continuar lendo